Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Economia Quinta-feira, 01 de Setembro de 2022, 10:52 - A | A

Quinta-feira, 01 de Setembro de 2022, 10h:52 - A | A

MERCADO EM ALTA

Mato Grosso deve bater recorde de exportação de carne em 2022

Da Redação

Com uma boa oferta de bois prontos para abate e demanda interna retraída, Mato Grosso deve bater recorde de exportação de carne bovina na comparação com 2021. Os dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontam que o estado exportou 441,15 mil toneladas equivalente carcaça (TEC) entre janeiro e dezembro do ano passado. Já o acumulado neste ano até julho passou de 319,13 mil TEC - o que representa 88,66% do total exportado no ano anterior.

Os dados de exportação de agosto ainda não foram divulgados, mas caso a média dos primeiros sete meses se mantenha até dezembro, Mato Grosso pode terminar o ano com a marca de 550 mil TEC em exportações.

 

Nilton Mesquita, médico veterinário e gerente de relações institucionais da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), aponta que os pecuaristas estão com boa produtividade neste ano.

Outro cenário que favorece as exportações é a ausência de restrições, ao contrário do que ocorreu em 2021, quando um caso atípico de doença da vaca louca foi detectado no estado. As exportações para a China em 2021, portanto, foram embargadas por cerca de três meses, retornando somente no final do ano.

“A expectativa é que a gente tenha um ano similar ou até mesmo melhor que o ano passado”, afirma Mesquita, em entrevista ao Estadão Mato Grosso.

Apesar das boas expectativas, ele alerta que os preços que os produtores estão recebendo pela arroba do boi estão defasados. Segundo os dados do Imea, o preço da arroba do boi estava em torno de R$ 265 em novembro de 2021, praticamente os mesmos valores trazidos pelo boletim mais recente, divulgado na última sexta-feira (26).

“A gente tem olhado os valores da arroba e não têm sido satisfatórios, porque são valores em defasagem, do ano passado. Então, estamos procurando sempre alertar os produtores para que fiquem atentos e procurem ter ferramentas de proteção ao seu crédito”, enfatiza.

Essa defasagem também aparece no boletim do Imea, que destaca que o preço da arroba fechou o mês de agosto de 2021 em R$ 300,80. “Já para este ano a negociação ficou em R$ 273,10/@ no mês, recuo de 9,21% no comparativo anual”, diz o Imea, que aponta uma tendência de maior consumo no mercado interno e de exportações nesta reta final de ano.

A expectativa de melhora do consumo, justifica o Imea, se dá em razão das festas de final de ano, Copa do Mundo (que começa em 20 de novembro), além do período eleitoral. Também há uma expectativa de melhora nos preços pagos aos produtores, chegando a R$ 282,57 em dezembro. Portanto, Nilton afirma não ser possível falar em redução de preços da proteína.

“Enquanto o preço da carne no varejo tem subido 51% nos últimos dois anos, o preço da arroba do boi voltou ao mesmo de dois anos atrás. Então, hoje eles estão me pagando o mesmo que dois anos atrás com todos os valores de inflação. Eu estou ganhando o mesmo que dois anos atrás”, conclui.

Cuiabá MT, 13 de Junho de 2024