Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Economia Sexta-feira, 30 de Setembro de 2022, 10:14 - A | A

Sexta-feira, 30 de Setembro de 2022, 10h:14 - A | A

SALGADO NO BOLSO

Valor da cesta básica oscila em setembro e fecha última semana do mês custando R$ 699

Da Redação

O mês de setembro encerrou sua última semana com variação positiva no preço da cesta básica cobrado na capital do estado, custando, em média, R$ 699,37. O crescimento no valor de R$ 3,31 sobre a semana anterior é reflexo no aumento de 46% dos itens que compõem o produto.

Segundo o Boletim da Cesta Básica, divulgado pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT), a banana foi o maior responsável pelo aumento no custo, com alta de 8,79%, sendo o terceiro aumento consecutiva em seu valor no mês de setembro. Apesar da alta nesta semana, o fruto apresentou crescimento de apenas 0,78% se compararmos com a primeira semana de setembro.

 

O diretor de Pesquisas do IPF-MT, Igor Cunha, destacou a estabilidade no valor da cesta básica, favorecendo o consumo das famílias. “Setembro foi o único mês a ter o custo abaixo dos 700 reais em todas as semanas, o que não ocorria desde março. Isso, com certeza, contribui para o consumo das famílias, já que assim a organização da renda pode ser feita com maior estabilidade. O mês de setembro confirma esse cenário”.

Ainda segundo ele, a permanência do nível de preços da cesta básica favorece, não somente a população, mas a economia de forma geral, já que as famílias podem manejar seus gastos variando produtos e diversificando os segmentos de suas compras. “A cesta considera bens alimentares necessários às famílias, e, assim, quanto menor suas oscilações, maior o alívio econômico”, explicou.

Já entre os produtos que demostraram queda, o óleo de soja apresenta queda de -2,47% na variação semanal e acumula queda de -1,70% se comparado a primeira semana do mês. De acordo com análise do IPF-MT, a redução pode estar relacionada à grande oferta do produto nos mercados locais.

Outro item que demostrou queda foi o tomate, apresentando variação semanal de -7,04% e registrando um significativo recuo de 13% em seu valor no mês. A boa produtividade do item impacta na redução de preços nos mercados locais.

 
Cuiabá MT, 13 de Junho de 2024