Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Judiciário Quinta-feira, 15 de Abril de 2021, 11:06 - A | A

Quinta-feira, 15 de Abril de 2021, 11h:06 - A | A

VEJA A POSTAGEM

Abílio é condenado por espalhar fakes e obrigado a se retratar no Facebook

Jefferson Oliveira

O ex-vereador Abílio Brunini (Podemos), foi condenado pelo 8º Juizado Especial Cível de Cuiabá e obrigado a se retratar por espalhar fake news contra Luany Masson, esposa do vereador Paulo Henrique (PV).

No dia 08 de abril de 2021, Luany postou em seu perfil no Facebook, fotos com a legenda “aniversário do mozão”. Nas imagens postadas, estavam o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), o presidente da Câmara Municipal, Juca do Guaraná (MDB), secretários municipais e o marido de Luany, Paulo Henrique.

Abílio replicou as imagens dizendo que o chefe do executivo municipal estava participando de uma festa e se aglomerando, enquanto pede para a população ficar em casa. Luany tomou conhecimento da postagem e disse que Brunini teria que provar que a festa havia acontecido recentemente.

Luany disse que iria procurar seus direitos na Justiça, já que tinha provas que a festa aconteceu antes da pandemia. Ao ser condenado, Abílio teve que se retratar em seu perfil no Facebook onde fez a publicação acusando falsamente Luany.

“Minha atitude trouxe respost das publicações de forma negativa a imagem da Sra LUANY e sua família, reconhecendo que não são verdadeiras que está e sua família, estavam promovendo festa em período de quarentena. Pedindo desculpas pelo transtorno causado e pela publicação do facebook da Sra Luany onde afirmei que está e sua familia estavam em desrespeito ao decreto municipal e estadual”, diz parte da publicação de Abílio na tarde de quarta-feira (14).

Confira na íntegra:

Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024