Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Judiciário Sábado, 29 de Maio de 2021, 11:07 - A | A

Sábado, 29 de Maio de 2021, 11h:07 - A | A

VEJA A LISTA

Advogado, professora e empresários lideravam esquema de falsificação de diplomas

A operação Zircônia deflagrada na última quarta-feira (27) desmantelou um esquema de falsificação de diplomas universitários que tinha como líderes, o advogado Demilton Péricles de Araújo, apontado pelo Ministério Público (MP) como sócio-proprietário e diretor jurídico das instituições de fachada, a professora e empresária Maria Madalena Carniello Delgado, o empresário Victor Hugo Carniello Delgado que era o “reitor” das faculdades envolvidas no esquema e também o sócio-proprietário das faculdades, Clenilson Cássio da Silva.

Além dos quatro cabeças, o grupo ainda era composto por mais 11 pessoas que tinham tarefas específicas na organização criminosa. O chamado núcleo de assessoramento tinha como membros  o casal Terezinha de Lourdes Carniello e Walter Gonçalves da Silva. A dupla Ana Rita Viana Gomes e Solange Silva Rodrigues Conceição foram apontadas por "trabalharem" na secretária de entrega ou assessoramento de documentos falsos.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias em tempo real (clique aqui).

Para atrair novos alunos/vítimas Elizabeth Sousa Freitas Pajanoti, José Alves dos Reis Neto e Maria do Socorro Carneiro Geraldes dos Reis entravam em ação e por último na pirâmide do crime estavam, Barbara Monique Araújo, Gilberto Louzada de Matos, Marcos Diego de Almeida Gonçalves e Nagila Caroline Teixeira Araújo.

Os nomes dos criminosos, constam na  decisão da juíza Ana Cristina da Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, que autorizou a operação realizada pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) que cumpriu 19 mandados de busca e apreensão, sendo contra os 15 citados, um outro envolvido que reside em Minas Gerais e as três faculdades utilizadas no crime, sendo elas; Faculdade Poliensino, MC Educacional e Polieduca, todas localizadas no bairro Goiabeiras em Cuiabá.

Leia mais: Grupo criminoso realizou falsa formatura no Hotel Fazenda; bando faturou R$ 1 milhão

Orcrim
Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024