Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Judiciário Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2022, 17:41 - A | A

Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2022, 17h:41 - A | A

DECANO DO TJ

Orlando Perri comemora 39 anos de magistratura nesta quarta

Da Redação

Conhecido por seu singular senso de justiça, o decano do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Orlando Perri, completa 39 anos de magistratura nesta quarta-feira, 7 de dezembro. O magistrado ingressou no Poder Judiciário em 1983, quando tinha 26 anos de idade.

Ao longo de sua carreira, Orlando Perri conduziu casos importantes e se destacou na atuação de processos que mudaram a configuração política. Entre eles, um dos mais recentes é o escândalo das interceptações telefônicas ilegais, a chamada Grampolândia Pantaneira, que ganhou repercussão nacional em 2017 e que esteve sob relatoria do desembargador por um tempo.

 

O esquema de grampos ilegais foi o principal escândalo da gestão Pedro Taques em Mato Grosso, que teve como alvo políticos, jornalistas, empresários, médicos e advogados.

O caso, que ainda tramita, também acabou gerando consequências ao desembargador na época. Perri chegou a ser alvo de uma armação, na qual foi gravado pelo ex-chefe da Casa Militar, Evandro Lesco. O objetivo na época era conseguir declarações do desembargador para usar como prova de sua suspeição e, assim, afastá-lo da relatoria.

Assessoria de Imprensa

orlando perri

 

Mais que proferir decisões, Perri construiu seu nome transformando a imagem da justiça mato-grossense e contribuindo para a aproximação entre a sociedade e o Poder Judiciário. Em meio às suas ações nos últimos anos, a humanização do setor penitenciário ganha destaque.

Fundamental para a eficácia do processo de ressocialização, o acesso à dignidade por vezes é negado aos reeducandos. Neste ponto, a atuação de Orlando Perri foi fundamental para reduzir a superlotação das unidades prisionais e garantir a ressocialização dos detentos e a segurança dos policiais penais.

Outra ação recente do desembargador também merece atenção. Porta para uma infinidade de conhecimentos, a leitura também é um dos pontos fundamentais para o processo de ressocialização. Embora o sistema prisional construa bibliotecas e salas de leituras em suas unidades, a alimentação do acervo não é fácil.

Para contribuir com isso, Perri lançou uma campanha de arrecadação de livros para alimentar essas bibliotecas prisionais. Até o momento, mais de 2 mil livros já foram arrecadados em todo o estado de Mato Grosso.

CARREIRA
Orlando Perri se graduou em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em 1979 e atuou como advogado da extinta Cemat. Ele ingressou no Poder Judiciário em 1983, como juiz substituto da Comarca de Tangará da Serra.

O desembargador presidiu o Tribunal de Justiça entre 2013 e 2014. Antes disso, atuou como corregedor-geral (2007-2009), vice-presidente (1999-2000), além de ter sido presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) entre 1999 e 2000.

RECONHECIMENTO

Chefes de Poderes comentaram sobre a data.

MARIA HELENA GARGAGLIONE PÓVOAS (PRESIDENTE DO TJMT): Desembargador Orlando, respeitado por todos, não só pela sua capacidade técnica, seriedade e comprometimento com a toga. Nosso decano, um emérito colaborador das causas que dizem respeito ao Judiciário e as suas propostas, sempre com o olhar voltado para a judicatura e o jurisdicionado.

CARLOS ALBERTO ALVES DA ROCHA (PRESIDENTE DO TRE-MT): Ao completar mais um ano dedicado à magistratura mato-grossense, o desembargador Orlando de Almeida Perri segue com o mesmo espírito empreendedor e inovador de 39 anos atrás. Decano do Tribunal de Justiça, é referência a todos, dedicado às causas sociais e a fazer a verdadeira justiça. A cada desafio que se dispõe a enfrentar, demonstra o dinamismo e a força que possui. Parabéns por mais este ano vivido na magistratura, ao qual eu tenho o prazer de dizer meu colega de Tribunal, e mais do que isso, desfrutar da sua amizade, meu amigo.

MAURO MENDES (GOVERNADOR DO ESTADO): Parabéns ao desembargador Orlando Perri, pelos 39 anos de magistratura, uma grande referência do nosso Judiciário. Um homem, que ao longo da sua história e trajetória, manteve a estatura e com honra e dignidade exerceu esse importante cargo judiciário mato-grossense. Agradecemos muito pelo seu trabalho, sua dedicação e, acima de tudo, pela competência e compromisso com a justiça mato-grossense.

EDUARDO BOTELHO (PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA): Parabenizar o desembargador Orlando Perri por 39 anos de legislatura não é brincadeira e não é fácil. Ele tem sido um baluarte, um exemplo no nosso judiciário, é uma honra para nós mato-grossenses ter um desembargador do quilate de Orlando Perri. E nós esperamos que ele chegue aí até os 50 anos. Se Deus quiser, também vou estar dando parabéns para ele pelos 50 anos.

EMANUEL PINHEIRO (PREFEITO DE CUIABÁ): Sete de dezembro se transforma num marco, numa data muito especial para a sociedade cuiabana e mato-grossense. Especialmente neste ano de 2022, estamos comemorando 39 anos de magistratura de um vencedor, de um homem sério, honrado, digno, competente e de um conhecimento técnico-jurídico extraordinário, de grande respeito regional e nacional e de uma folha de serviços prestados ao Judiciário mato-grossense, brasileiro e à sociedade como um todo e que nos orgulha. Este é o resumo da história do desembargador Orlando Perri, que com letras garrafais e de ouro escreveu e mudou a história da nossa magistratura. E é com muito orgulho, um orgulho todo cuiabano, que celebramos essa data tão importante e tão especial desse ilustre filho de nossa terra, que comemora 39 anos de sucesso, de uma vida ilibada, proba e vencedora, que serve e servirá de inspiração para uma legião de jovens advogados que se formam nas faculdades em todos os recantos deste estado e deste país. Felicidades e vida longa e que Deus abençoe o nosso desembargador Orlando Perri.

KALIL BARACAT (PREFEITO DE VÁRZEA GRANDE): Orlando Perri é muito mais do que um jurista, do que um magistrado. É um humanista. Sua grande característica é a visão do social, que vai muito além da letra fria da lei. Tenho grande apreço pela Fundação Nova Chance graças ao olhar sensível lançado pelo desembargador a este projeto de reinserção social. De modo que hoje, Várzea Grande abraça essa ação, apostando no trabalho como ferramenta de transformação pessoal, proporcionando dignidade e honra ao ser humano.

CARLOS FAVARO (SENADOR POR MATO GROSSO): O desembargador Orlando Perri tem grande responsabilidade pelo fortalecimento do Poder Judiciário de Mato Grosso. Homem íntegro, ele nunca se furtou de fazer aquilo que era o correto, ao longo destes 39 anos. É motivo de alegria e orgulho para todos os mato-grossenses ter como desembargador alguém como ele.

JAYME CAMPOS (SENADOR POR MATO GROSSO): Ao longo de sua caminhada, o desembargador Orlando Perri fez da justiça um sacerdócio feliz e marcado por importantes realizações. Foi sempre uma voz importante dentro da magistratura, sobretudo pelo seu alto conhecimento jurídico e também pela sua capacidade de gestão, que ajudou a fazer do Judiciário de Mato Grosso ser reconhecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) como um dos destaques nacionais em eficiência.

 
 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024