Cuiabá, 12 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Opinião Quinta-feira, 20 de Maio de 2021, 14:12 - A | A

Quinta-feira, 20 de Maio de 2021, 14h:12 - A | A

NAYARA CERUTTI

Para não errar na harmonização facial

Nayara Cerutti*

Já sentiu frustação ao fazer algum procedimento estético diante de um resultado insatisfatório?

Essa resposta deveria ser negativa, e se isso não ocorreu, é importante saber que é possível evitar esse imenso desconforto. Afinal, quem procura por procedimentos estéticos, ainda mais na face, que é o principal cartão de visita, não pode correr riscos.

Não existe receita milagrosa, existe técnica, ciência para que o procedimento lhe trará plena satisfação, como tem ser.

Primeiro, antes mesmo de definir qual mudança ou procedimento deseja, escolha criteriosamente o profissional. Afirmo que ele é 95% responsável pelo resultado, o restante fica a critério do bom gosto, bom senso e cuidados do paciente. Mas, como saber se o profissional é competente? Hoje o universo digital ajuda muito nessa investigação. Se tornou mais fácil saber a rotina, resultados, reputação, estrutura e indicações da clínica ou consultório. Aprofunde-se nisso, do mesmo jeito que se pode pesquisar pela internet referências do profissional, como artigos, reportagens e até mesmo a gama dele de conhecimento e capacitações.

Ao avançar nesse quesito vai perceber as imensas diferenças oferecidas hoje no mercado da beleza. Aposte em quem revelar ter expertise, bagagem e claro, talento.

A estrutura do local também precisa ser levada em consideração, principalmente no aspecto de biossegurança, higienização e conforto, tenha a certeza, o profissional que emprega em sua clínica medidas mais severas de controle biológico e utilização de produtos de qualidade aprovados pela ANVISA de fato, se preocupa com o seu resultado.

E claro, na consulta de avaliação a definição pode ocorrer, você terá a certeza, se poderá ou não confiar no resultado. Certifique-se quais produtos serão utilizados, eles podem ser a diferença entre procedimentos com efeitos de curta ou longa duração, por exemplo. Pergunte a respeito.

Desconfie quando o profissional não o aconselha a mudar de ideia, quando aceita todas as sugestões de mudanças, como lábios enormes, sobrancelhas arqueadas ao extremo, preenchimentos pesados demais, que nem permitem mais expressões naturais; não que o paciente jamais tenha razão, nada disso, mas o profissional precisa antes de concordar com os procedimentos, avaliar métricas e estruturas da face.

Sim, a harmonização facial é uma arte, mas também é matemática. Ou seja, o equilíbrio perfeito dessas somatórias é o que define entre sair pleno do consultório ou insatisfeito. Não erre e permita-se sempre investir em buscar a sua melhor versão e claro, um novo você.

NAYARA CERUTTI é odontóloga com atuação em harmonização orofacial

Cuiabá MT, 12 de Julho de 2024