Cuiabá, 24 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Polícia Sexta-feira, 12 de Março de 2021, 10:44 - A | A

Sexta-feira, 12 de Março de 2021, 10h:44 - A | A

TALARICAGEM

Empresário esperava servidor sair de casa para encontrar sua esposa

Fernanda Renaté

Wesley Rangel Machado, 40, foi morto a tiros na última terça-feira (9), dentro da sua loja e oficina especializada em motos, em Nova Lacerda (546 km de Cuiabá). O suspeito de 29 anos, foi preso em flagrante e confessou que matou o empresário, após encontrar a vítima no portão de sua casa esperando o momento em que ele saía para trabalhar para encontrar sua esposa.

Durante seu depoimento, o suspeito, confessou o homicídio e afirmou que está casado há nove anos, mas que o casamento estava desgastado desde o final do ano passado quando decidiu pedir a separação. O suspeito disse ainda que a ex-companheira não aceitava o fim do relacionamento, porém, em março deste ano, descobriu que a mulher estava tendo um caso amoroso com Wesley, que seria vizinho do casal.

No dia anterior ao crime, o servidor viu uma troca de mensagens entre Wesley e a ex-esposa. Na terça-feira (9), enquanto saía da residência para ir trabalhar, o suspeito encontrou a vítima no portão e os dois começaram a discutir, momento em que ele foi até a casa da mãe para buscar uma arma. Ao voltar, não encontrou masi o amante e então decidiu ir à oficina de motos da vítima. Ao chegar no estabelecimento, os dois iniciaram uma nova discussão e o suspeito desferiu um tapa na vítima que revidou a agressão.

O servidor sacou a arma e efetuou vários tiros na direção de Wesley que caiu no chão, já morto. Logo depois, o homem fugiu do local em um veículo Cross Fox e foi trabalhar.

Ele foi detido pelos pelos agentes da Polícia Militar e ao ser questionado sobre o crime, confessou que matou Wesley em razão da traição.

Na delegacia, o juiz Arthur Moreira Pedreira de Albuquerque manteve a prisão preventiva do suspeito que deve permanecer sob a custódia da Justiça.

Cuiabá MT, 24 de Julho de 2024