Cuiabá, 22 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Polícia Segunda-feira, 11 de Março de 2024, 10:53 - A | A

Segunda-feira, 11 de Março de 2024, 10h:53 - A | A

CASO ZAMPIERI

Fazendeiro que mandou matar advogado em Cuiabá se entrega à Polícia

Da Redação

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriu nesta segunda-feira (11.03) a prisão temporária de Aníbal Manoel Laurindo, investigado como mandante do assassinato do advogado Roberto Zampieri, morto em dezembro passado, no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá.

A prisão foi cumprida na sede da DHPP, onde o investigado se apresentou. A esposa dele, Elenice Ballaroti Laurindo, também investigada pelo homicídio, continua foragida.

Roberto Zampieri tinha 56 anos e foi assassinado na noite do dia 5 de dezembro, na frente de seu escritório localizado no bairro Bosque da Saúde, na capital. A vítima estava dentro de uma picape Fiat Toro, quando foi atingida pelo executor, que fez diversos disparos de arma de fogo.

Três pessoas permanecem presas e foram indiciadas pela Polícia Civil pelo homicídio do advogado: o executor, o intermediário e o financiador do crime.

As prisões, parte delas efetuadas na região de Belo Horizonte (MG) foram decretadas pelo Núcleo de Inquéritos Policiais da Comarca de Cuiabá, com base nas investigações conduzidas pela equipe da DHPP de Cuiabá e contaram com apoio da Polícia Civil de Minas Gerais.

 
Cuiabá MT, 22 de Maio de 2024