Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Polícia Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2024, 08:55 - A | A

Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2024, 08h:55 - A | A

BIBLIOTECA HEDIONDA

Operação da PF prende pedófilo com mais de 240 fotos e vídeos de pornografia infantil

Assessoria | PF

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, (20), a 3ª fase da Operação Protego, cujo objetivo é combater o armazenamento e a distribuição de imagens e vídeos contendo exploração sexual envolvendo crianças e adolescentes. Um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão em flagrante por armazenamento de material de pornografia infantojuvenil foram cumpridos em Rondonópolis (215 km de Cuiabá).

As investigações identificaram inicialmente que o acusado armazenava no celular aproximadamente 243 vídeos e/ou imagens de conteúdo pornográfico, incluindo abuso sexual infantil.

Caso seja confirmado o armazenamento/compartilhamento e/ou venda dos arquivos, o responsável poderá responder pelos crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, com penas que, somadas, podem chegar a 12 anos de reclusão.

Com a recente aprovação da Lei nº 14.811, em janeiro de 2024, que instituiu medidas de proteção à criança e ao adolescente contra a violência nos estabelecimentos educacionais, prevenção e combate ao abuso e exploração sexual da criança e do adolescente, o crime de armazenamento de conteúdo de abuso sexual infantojuvenil passou a ser considerado crime hediondo.

O nome da operação Protego, termo em latim que significa “protetor”, faz alusão à atuação da Polícia Federal como guardiã das crianças, combatendo os crimes que assolam a infância.

 
Cuiabá MT, 18 de Maio de 2024