Cuiabá, 26 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Polícia Sexta-feira, 01 de Março de 2024, 10:14 - A | A

Sexta-feira, 01 de Março de 2024, 10h:14 - A | A

CASO ELAINE STELATTO

Polícia prende duas pessoas em investigação sobre morte de empresária no Lago do Manso

Da Redação

Policiais civis da Delegacia de Chapada dos Guimarães cumpriram, na manhã desta sexta-feira, 1º de março, 12 ordens judiciais de busca e apreensão domiciliar e quebra de sigilo de dados telefônicos e telemáticos contra investigados pela morte da empresária Elaine Stelatto Marques. 

Os mandados foram cumpridos em Cuiabá e e na região do Manso, em Chapada dos Guimarães. As diligências tiveram apoio de equipes da Delegacia Regional de Cuiabá, Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Delegacia do Estelionatos. 

Durante o cumprimento dos mandados, cinco armas de fogo foram apreendidas - três revólveres e duas espingardas. Duas pessoas foram presas em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo – uma prisão ocorreu no bairro Araés, na capital, e a outra prisão na região do Manso. Um dos alvos da prisão em flagrante é um pecuarista. 

De acordo com o delegado Eugênio Rudy Júnior, que coordena as investigações, o objetivo das diligências é reunir novos elementos de informações que auxiliem a Polícia Civil no esclarecimento da morte da empresária.

“Existem muitas lacunas nas versões dos envolvidos e as buscas nos auxiliarão no esclarecimento”, reforçou o delegado de Chapada dos Guimarães.

A empresária de 45 anos morreu, supostamente, depois de sair da embarcação em movimento e com uma corda amarrada na cintura foi para a água, quando se desequilibrou com as ondas e acabou se afogando.

 
 
Cuiabá MT, 26 de Maio de 2024