Cuiabá, 13 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quarta-feira, 31 de Março de 2021, 10:01 - A | A

Quarta-feira, 31 de Março de 2021, 10h:01 - A | A

NOÇÃO ZERO

Elizeu põe em xeque imparcialidade de CPI após lobby de Avallone com Energisa

Jefferson Oliveira

O deputado estadual Elizeu Nascimento (DC), presidente da CPI da Energisa, criticou a atitude do relator da mesma CPI, Carlos Avallone (PSDB), em pedir doação de cilindros de oxigênio para a empresa investigada, e que tal ato, colocou em xeque o trabalho dos parlamentares. As críticas foram feitas nesta segunda-feira, 29.

Elizeu afirmou não ser contra a doação ou ajuda, mas que não é recomendável o relator de uma CPI pedir ajuda para a empresa que está sendo investigada por indícios de irregularidades na prestação de serviços. Ele ponderou que o trabalho da comissão pode ser prejudicado por causa do lobby de Avalone.

“O deputado que é relator vir a público na tribuna dizer que a empresa Energisa é parceira da Assembleia, é parceira do governo e que está fazendo uma ação benéfica de doar 100 cilindros de oxigênio, ninguém é contra, mas ele por ser relator dessa CPI, fazer lobby de qualquer coisa que seja, isso é revoltante, acabou ficando em xeque o trabalho do deputado”, disse.

Elizeu também comentou que a CPI já tem elementos suficientes para encaminhar um destrato da empresa.

Como presidente da CPI, o parlamentar também acrescentou que se preciso, irá apresentar um relatório paralelo, após a atitude de Avallone.

“Se eu não concordar com o relatório do Carlos Avallone, logicamente que pela sociedade mato-grossense eu estarei entrando com um relatório paralelo que também estamos trabalhando em cima disso”, detalhou.

Segundo o deputado, pessoas ligadas à empresa já procuraram o deputado para uma conversa, no entanto, ele recusou o convite, dizendo que caso alguém da empresa queira falar, que seja em oitiva durante a CPI.

A CPI retoma os trabalhos nesta terça-feira (30), após ficar meses parada por causa da pandemia e deve ouvir pessoas ligadas à empresa.

Cuiabá MT, 13 de Julho de 2024