Cuiabá, 20 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2024, 17:52 - A | A

Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2024, 17h:52 - A | A

APROVADO PELA AL

Governo quer empréstimo de R$ 1,5 bilhão para asfaltar rodovias e trocar pontes de madeira

Da Redação

O governador Mauro Mendes (União) encaminhou à Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, 11 de novembro, um pedido de autorização para contratação de empréstimo no valor de R$ 1,5 bilhão junto ao Banco do Brasil, para investimento em pavimentação de estradas estaduais e substituição de pontes de madeira. O texto foi aprovado no mesmo dia, após articulação do governador.

Na justificativa do pedido, Mauro aponta que o Governo do Estado conseguiu melhorar a situação fiscal e conquistou nota A em Capacidade de Pagamento junto ao Tesouro Nacional nos últimos três anos, chegando ao topo do ranking nacional de solidez fiscal.

No entanto, argumenta o governador, o estado ainda tem 74% de sua malha viária sem pavimentação e 77% das pontes existentes nas rodovias estaduais ainda são de madeira.

“Apesar das melhorias significativas nos últimos anos, quando se analisa o cenário geral da infraestrutura estadual, notadamente a pavimentação de rodovias e as obras de arte especiais, a realidade mostra que ainda há muito a se fazer para que os níveis ideais sejam atingidos”, diz trecho da justificativa.

“Esse não é o cenário ideal para um Estado eminentemente produtor, que demanda de uma robusta estrutura logística para o escoamento de sua produção. Há, portanto, grande demanda por infraestrutura de transporte e logística advinda do agronegócio, que necessita escoar toda a produção”, complementou.

De acordo com o governo, o empréstimo será quitado em 96 meses, com 12 meses de carência. A taxa de juros foi definida em 1,19 ponto percentual ao ano, com mais 1,8% de taxa de contratação do empréstimo.

O governador argumenta que o empréstimo é necessário para acelerar os investimentos em infraestrutura no estado, com objetivo de colaborar para o aumento do volume de produção do estado nos próximos anos.

“Novos investimentos na malha logística de transportes, com ênfase na integração entre os modais, promoverão o desenvolvimento econômico e social do Estado, além de evitar um possível colapso no transporte de pessoas, serviços e principalmente bens como a produção agrícola e estimulará o aumento da produção de proteína vegetal e plumas com a expansão da área agrícola sobre áreas de pastagem”, afirma.

 
Cuiabá MT, 20 de Maio de 2024