Cuiabá, 21 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Sábado, 17 de Setembro de 2022, 11:31 - A | A

Sábado, 17 de Setembro de 2022, 11h:31 - A | A

POLÍTICAS PÚBLICAS

Marcia Pinheiro assina carta compromisso com mulheres indígenas de MT

Assessoria de Imprensa

A candidata ao Governo do Estado, Marcia Pinheiro (PV), da coligação “Para Cuidar das Pessoas” - Federação Brasil da Esperança (PT, PV, PCdoB, PSD, PP e Solidariedade), assinou uma Carta-Compromisso com a Associação de Mulheres Indígenas de Mato Grosso Takinã, em reunião com a categoria nesta sexta-feira (16), em Cuiabá.

Associação foi criada em 2009, e tem mais de 500 mulheres indígenas associadas. Atua fortemente em ações sociais de assistência as mulheres indígenas por meio de reuniões ordinárias, realização de encontros e seminários estaduais e nacionais, onde são discutidos temas ligados a família, a cultura indígena a saúde, a educação, o papel da mulher indígena nas comunidades indígenas e o empreendedorismo nas Aldeias.

 

“Nós queremos o apoio da nossa candidata para poder avançar nas conquistas dos nossos direitos no Estado, já que muitos deles vem sendo retirados e negados da gente. Temos buscado a melhoria na saúde e na educação, que é onde somos mais penalizados pelo Estado. Precisamos de sustentabilidade também, mas uma sustentabilidade que atenda a realidade de cada povo indígena, porque se fala muito na independência indígena, mas não é feito nada para mudar isso, e se não houver diálogo com as lideranças vai continuar igual”, disse a presidente da Takinã, Alessandra Alves de Arruda Guató.

Umas das principais demandas da associação é a construção de escolas indígenas, a criação de um Programa de formação inicial e continuada para professores indígenas, oferta de cursos profissionalizantes jovens e mulheres indígenas, garantir a publicação de material didático específico bilíngue para os 44 povos indígenas de Mato Grosso, entre outras políticas públicas voltadas para a Educação.

“Eu aceitei ser candidata justamente pela inclusão social, foi para termos um Mato Grosso melhor, porque estamos vendo que a nossa Educação está sucateada. A minha candidatura representa a força da mulher. Busco um Estado com justiça social e ter um diálogo com vocês sempre, para podermos colocar realmente políticas públicas e melhorar a vida de todas vocês. Eu sei como não é fácil cuidar de filho e trabalhar ao mesmo tempo, mas podem contar comigo, eu estou aqui por vocês e se depender de mim vocês terão uma mulher com quem contar no Governo. Eu sei que a Educação é a base de tudo na vida, e trataremos isso com prioridade em minha gestão, porque se eu estou nessa candidatura, é para que as pessoas possam ter uma segunda opção em Mato Grosso, uma opção de ter uma mulher sensível, determinada e que priorizará suas demandas”, destacou a candidata.

 
Cuiabá MT, 21 de Junho de 2024