Cuiabá, 23 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quarta-feira, 31 de Agosto de 2022, 15:21 - A | A

Quarta-feira, 31 de Agosto de 2022, 15h:21 - A | A

VISITA A REGIÃO OESTE

Márcia Pinheiro promete construir Hospital Regional em Pontes e Lacerda

Assessoria

Em visita à quatro cidades da região Oeste de Mato Grosso, a candidata ao Governo, Marcia Pinheiro (PV), pela coligação ‘Para Cuidar das Pessoas’ - Federação Brasil de Esperança formada pelo PV, PT, PC do B, PSD, PP e Solidariedade, ouviu as súplicas de moradores locais e se comprometeu a ajudar na mudança, no desenvolvimento e reforçar a Saúde Pública, quando for eleita gestora de Mato Grosso.

A candidata visitou desde segunda-feira (29), as cidades de Cáceres, Mirassol D’Oeste, Vila Bela da Santíssima Trindade e Pontes e Lacerda, terminando a visita nesta quarta-feira (1º). Dentre as principais demandas, estão a falta de saneamento básico, abastecimento de água, moradias populares , infraestrutura e saúde.

 

“Tivemos uma ótima receptividade em Cáceres, ficamos muito felizes, porque as pessoas se aproximaram, nos declararam apoio, solicitaram demandas pra região, que está tão abandonada pelo poder público. E na cidade de Cáceres, a reivindicação sistêmica é sobre o desmonte da Educação, onde várias escolas da região estão sendo fechadas e seus alunos sendo abandonados”, afirmou ela.

Uma das demandas da população de Pontes e Lacerda, por exemplo, foi a construção de um Hospital Regional no município que atenda toda a microrregião. “As pessoas daqui tem que se deslocar para Cáceres para receber um tratamento adequado, isso é um absurdo e inadmissível. Em meu governo trabalharemos para construir a unidade de saúde, para que a população de Pontes e Lacerda tenha dignidade no atendimento de saúde pública”, disse.

Em Mirassol, Marcia ouviu pedidos para a resolução do abastecimento de água, que segundo moradores, é um sofrimento constante e não tem sido levado com seriedade pela atual gestão do Estado. “Investimentos na ordem de R$ 15 milhões sanaria isso e resolveria este problema, aqui [em Mirassol] tem duas grandes empresas que estão fechando as portas por conta d falta de água. E esses pais de família, onde serão realocados senão tem indústria? Vai ser um colapso em Mirassol, com tantos pais de famílias demitidos, eles sabendo que R$ 15 milhões resolveria isso. O projeto está na Sinfra, é um projeto viável. Mas o atual Governo prefere gastar R$ 600 milhões em um modal retrógrado, o BRT, que não significa modernidade, porque não gasta R$ 15 milhões com água?”, defendeu a candidata.

Outra demanda da região é um Centro de Hemodiálise, que só existe no município de Cáceres, tendo assim os moradores das cidades vizinhas terem que viajar três vezes na semana para realizar o tratamento. Eleita, a candidata se comprometeu em mudar essa realidade também.

“Agora as pessoas vão poder escolher, entre o retrocesso insensível, que está gastando R$ 600 milhões para colocar ônibus em Cuiabá, enquanto esse dinheiro todo poderia ser investido na saúde pública dessa região, porque as pessoas estão sofridas. Um exemplo, é a questão da hemodiálise, que as pessoas têm que andar 300 km para poder fazer hemodiálise três vezes por semana, isso é desumano com as pessoas dessa região. Esse dinheiro poderia trazer tantas benfeitorias para a população de Mato Grosso que tanto precisa”.

Marcia Pinheiro defendeu em suas reuniões na região Oeste, que fará uma gestão de Governo municipalista, através de diálogo e proximidade com todas as cidades de Mato Grosso. “O diálogo será uma grande característica da nossa gestão. Estar junto com a população desses municípios mais carentes, os que estão distantes também, para que juntos possamos fazer um Mato Grosso para todos, um governo de inclusão e justiça social”, destacou.

Cuiabá MT, 23 de Junho de 2024