Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2024, 12:30 - A | A

Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2024, 12h:30 - A | A

TRANSPORTE ZERO

Mauro diz que sairá de cabeça erguida se for derrotado no STF

Da Redação

O governador Mauro Mendes (União) afirmou nesta quarta-feira, 24 de janeiro, que sairá de cabeça erguida caso a Lei do Transporte Zero seja considerada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O governador participará de uma reunião de conciliação em Brasília nesta quinta-feira, 25, para decidir sobre a aplicabilidade da lei em Mato Grosso.

“Nós estamos enfrentando isso com tranquilidade, né? Se tiver uma perda, aí, se o STF declarar inconstitucional a lei, eu saio de cabeça erguida, tranquilo e daqui a alguns anos vocês vão lembrar das minhas palavras”, declarou.

O governador já declarou que, caso não haja continuidade da lei, haverá  “atraso e a pobreza” em vários municípios em Mato Grosso, citando como exemplo Santo Antônio de Leverger e Barão de Melgaço, cidades que têm a economia baseada na pesca. Na última sexta-feira, 19, Mendes pediu ao STF que seja mais célere na decisão sobre constitucionalidade do Transporte Zero.

A norma enfrenta duas ações diretas de inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF) e o ministro relator, André Mendonça, decidiu buscar uma conciliação em audiência marcada.

A reunião, que acontecerá às 14h (horário de Brasília), conta com a presença de Mauro Mendes, Eduardo Botelho (União) e Wilson Santos (PSD).

Vídeo

 
 
Cuiabá MT, 21 de Maio de 2024