Cuiabá, 20 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2024, 08:19 - A | A

Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2024, 08h:19 - A | A

EFEITO CALAMIDADE NA SAÚDE

Mauro sobre Emanuel: “ele é recordista mundial em corrupção”

Da Redação

O governador Mauro Mendes (União) afirmou nessa sexta-feira, 9 de fevereiro, que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), é “recordista mundial em corrupção”. A fala do governador vem logo após Emanuel decretar estado de calamidade pública na Saúde de Cuiabá e anunciar uma investigação sobre o suposto aumento de mortes no Hospital São Benedito durante o período de intervenção do Estado.

“O prefeito é um fanfarrão, mentiroso, e tenta criar a cortina de fumaça pra esconder os 15 escândalos de corrupção na Secretaria de Saúde, o caos que é a administração dele, a administração atolada em buracos, escândalos financeiros e também uma administração pífia e caótica, a pior da história de Cuiabá, dos 300 anos da cidade”, criticou.

Mauro diz ainda que os órgãos de controle devem ficar atentos aos atos do prefeito, pois o decreto de calamidade pública cria oportunidades para que o prefeito possa fazer contratações sem o devido processo licitatório, devido à emergência da situação.

“Abram os olhos os órgãos de controle ele é o recordista mundial de esquema de corrupção. O Guinness Book deve estar vindo por aí, porque eu desconheço, no Brasil e talvez no mundo civilizado, uma prefeitura que teve 19 operações da Polícia Federal, do Ministério Público, da Polícia de Combate à Corrupção. Com esse decreto, abram os olhos, porque ele está querendo um caminho para quebrar novamente o seu recorde”, afirmou.

Com relação ao suposto aumento de mortes no São Bendito, denunciado pelo prefeito, Mauro afirma que se trata apenas de uma ‘cortina de fumaça’. O governador cita que o próprio presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo, já desmentiu as declarações do prefeito.

“Ele cria uma cortina de fumaça quem tem a menor capacidade de entender o que ele está fazendo é exatamente isso, criar uma cortina de fumaça para aumentar os escândalos de corrupção na prefeitura de Cuiabá”, criticou.

 “O TCE já disse que não viu nada, as autoridades constituídas tem que agir porque tá vindo um grande escândalo”, finalizou.

 
Cuiabá MT, 20 de Maio de 2024