Cuiabá, 19 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2022, 10:42 - A | A

Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2022, 10h:42 - A | A

ARTICULAÇÃO POLÍTICA

Municípios querem ficar com 25% da taxação do minério em MT

Da Redação

A Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) está articulando junto aos deputados estaduais para que o Governo destine parte da arrecadação da taxação do minério para os municípios afetados pela atividade. Um substituto ao projeto deve ser apresentado nesta segunda-feira (19) já constando que os municípios possam ficar com 25% dessa arrecadação. 

Conforme o presidente da AMM, Neurilan Fraga, os danos ambientais e sociais ficam nos municípios. Além disso, a atividade atrai pessoas para os municípios, o que também exige mais da Saúde, Educação e Segurança. 

 

"O passivo social é enorme, a questão da prostituição, alcoolismo, da violência, das drogas, aumenta consideravelmente. Sem levar em consideração o aumento das demandas nas unidades de saúde, novas salas de aula, creches. É uma grande quantidade de serviços públicos demandados por essa população incentivada pela questão mineral", afirma. 

A proposta inicial da AMM era que os municípios afetados ficassem com 50% do volume arrecadado, mas a associação optou em um percentual mais parecido com a divisão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que os municípios que também têm direito a 25%. 

Os recursos devem ser destinados apenas para os municípios produtores. 

 
 
Cuiabá MT, 19 de Junho de 2024