Cuiabá, 13 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Terça-feira, 22 de Junho de 2021, 15:09 - A | A

Terça-feira, 22 de Junho de 2021, 15h:09 - A | A

DEU A PALAVRA

Pivetta descarta volta ao PDT e tem futuro na política incerto

O vice-governador Otaviano Pivetta (sem partido) descartou a sua volta ao PDT na noite desta segunda-feira (22), e disse que ainda não sabe se vai ser candidato em 2022.

Em entrevista ao programa Opinião, na TV Pantanal, Pivetta disse que saiu do PDT pelo fato de o partido hoje não seguir os ideais do fundador, Leonel Brizola. Otaviano explicou que só entrou na política inspirado por Brizola e pelo seu pai Tilídio Pivetta que foi prefeito em Caiçara (RS).

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias em tempo real (clique aqui).

“Eu deixei o PDT agora há pouco tempo, e vejo que o PDT fala muito pouco sobre as ideias do fundador que era quase monotemático, mas falava com maestria sobre um setor que poderia mudar, assim como a Coréia do Sul mudou a sua trajetória, o Brasil poderia mudar, que é a educação. Eu tentei colocar em prática o plano dele [Brizolla] na cidade de Lucas e acho que conseguimos e vejo o PDT hoje preocupado com outras pautas e não me identifico mais com o atual pensamento partidário”, esclareceu.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias em tempo real (clique aqui).

A resposta veio após ser ventilada a sua volta ao partido confirmada pelo deputado estadual e presidente do PDT em Mato Grosso, Allan Kardec. Pivetta explicou que Kardec é seu amigo pessoal e vai continuar o respeito mútuo pelo deputado, mas descartou qualquer volta a sigla.

Sobre o seu futuro político, Pivetta disse que ainda não se decidiu, e que vai escolher um partido e cargo eletivo somente em janeiro do ano que vem. Atualmente, o nome de Otaviano é o preferido para repetir a dobradinha com Mauro Mendes (DEM) no ano que vem e se manter como vice.

O vice de Mauro, no entanto, almeja ser senador e já articula para ser eleito no ano que vem. 

Cuiabá MT, 13 de Julho de 2024