Cuiabá, 23 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quarta-feira, 23 de Novembro de 2022, 10:49 - A | A

Quarta-feira, 23 de Novembro de 2022, 10h:49 - A | A

MEU PIRÃO PRIMEIRO

PSB envia currículos de derrotados nas urnas para ocupar espaços no governo Lula

Atendendo ao pedido do diretório nacional, o presidente do PSB em Mato Grosso, deputado estadual Max Russi, está separando os “currículos” dos socialistas que disputaram algum cargo nas eleições deste ano para compor a equipe do governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A informação é do deputado estadual Allan Kardec (PSB), que não conseguiu votos necessários para se eleger deputado federal e é um dos nomes mais cotados do estado para participar do staff de Lula.

 

“O PSB nacional está pedindo currículos daqueles que disputaram a eleição. Aqui em Mato Grosso vai ficar a cargo do Max Russi fazer esse envio. Acho que essa proximidade que a gente tem com o presidente Carlinhos Siqueira, aberta pelo deputado Max, foi muito bom. Eu já tinha amizade com Jean Campos, que é o queridinho do PSB, prefeito de Recife, que participa da transição”, disse Kardec, em entrevista à imprensa nesta segunda-feira, 21 de novembro.

Segundo Kardec, é bem provável que algum mato-grossense ocupe um dos espaços que o partido vai ter na próxima gestão, já que o PSB conseguiu a vice-presidência com Geraldo Alckmin.

GOVERNO ESTADUAL

O presidente do PSB no estado também defende que o partido tenha mais espaço no próximo governo de Mauro Mendes (União). A agremiação fez parte da coligação encabeçada por Mauro nas eleições deste ano.

No estado, a sigla seguiu rumos diferentes da nacional. Enquanto, o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, estava na composição com Lula, os socialistas de Mato Grosso não defenderam exclusivamente o petista, afastando-se da federação de esquerda tanto na disputa pelo governo quanto na senatoria.

Ao defender a presença do PSB no alto escalão do governo, Russi destaca que, além de ter ajudado a reeleger Mauro, o partido tem atuado como base do governo no Legislativo.

Ao comentar sobre possíveis nomes que podem representar o partido no governo, Russi citou pessoas que disputaram as eleições e não conseguiram eleger, como o deputado Allan Kardec, que foi secretário de Cultura no primeiro mandato de Mendes, a primeira-dama de Rondonópolis, Neuma de Moraes, e o ex-prefeito de Cáceres, Túlio Fontes.

 
Cuiabá MT, 23 de Junho de 2024