Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Sábado, 24 de Fevereiro de 2024, 10:33 - A | A

Sábado, 24 de Fevereiro de 2024, 10h:33 - A | A

AÇÃO DA POLÍCIA CIVIL

Wilson cobra posicionamento de secretário de Segurança por idoso morto no Contorno Leste

Da Redação

O deputado estadual Wilson Santos (PSD) anunciou que vai cobrar explicações do secretário de Segurança, César Augusto Roveri, sobre o episódio que terminou com a morte do idoso João Pinto, de 87 anos. João foi morto após supostamente ter reagido a uma abordagem da Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (23), em sua propriedade no Contorno Leste, em Cuiabá.

Ao Estadão Mato Grosso, o deputado comentou que recebeu as informações do caso através do ex-prefeito de Nobres, Devair Valim de Melo, que está inclusive no velório de João, realizado neste sábado (24) na Funerária Santa Rita, em Cuiabá.

Nas palavras de Wilson, o caso é um “absurdo”.

“Eu já encaminhei ao secretário Roveri, eu vou pedir explicações para a Polícia. Eu quero saber o que aconteceu, por que mataram um ancião de quase 90 anos dentro da propriedade dele?!”, exclamou o deputado.

Conforme informações obtidas pela reportagem, na propriedade de João havia vários grileiros, mas que segundo fontes, permaneciam lá por permissão do próprio João.

“Ele sempre falava que aquele pessoal que invadiu sua propriedade estava lá porque os políticos, na maioria, roubavam o dinheiro de construir as casas dos invasores. Ele tinha dó daquele povo”, disse uma fonte à reportagem.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que o caso será investigado.

NOTA

Sobre o homicídio ocorrido na data de hoje na região do Contorno Leste, em que o autor do disparo trata-se de um policial civil, a Delegacia de Homicídios realizou o atendimento, com o acompanhamento da Corregedoria da Polícia Judiciária Civil. Todo o trabalho de investigação já teve início, inclusive da perícia. A coleta de imagens e demais provas técnicas foram requisitadas, para as providências cabíveis.

O CASO

Segundo informações, os policiais foram até o local para cumprir um mandado de prisão. João, alvo desse mandado de prisão, estarias sendo procurado por que tinha um histórico de atirar contra os moradores da região. As informações são do Programa do POP.

Diante dos policiais, João teria reagido e puxado uma arma contra os agentes. Os policiais reagiram e acertaram
João, que também feriu um policial.

João morreu ainda no local e o agente foi hospitalizado.

 
 
Cuiabá MT, 18 de Maio de 2024