Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Terça-feira, 23 de Janeiro de 2024, 07:34 - A | A

Terça-feira, 23 de Janeiro de 2024, 07h:34 - A | A

PEREGRINAÇÃO

Cidades de MT recebem peregrinação de relíquias de Santa Teresinha do Meninos Jesus

Simone Guedes | Arquidiocese de Cuiabá

Teresinha do Menino Jesus marcou profundamente sua época e contribuiu universalmente para o bem da humanidade. Mesmo tendo nascido há mais de 151 anos e beatificada há um século, a jovem carmelita, que é padroeira da França e das missões, continua influenciando muitas gerações e tem no Brasil uma das maiores devoções.

De 10 a 17 fevereiro, pela primeira vez, Mato Grosso entrará no roteiro para receber as relíquias de primeiro grau da santa francesa — as relíquias são restos mortais de santos e beatos. A urna que peregrinará pelas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres e Sinop terá os ossos do pé direito e do fêmur de Santa Teresinha.

Na Arquidiocese de Cuiabá está sendo preparada uma programação especial para que os fiéis e devotos tenham oportunidade de visitar e venerar as preciosas relíquias de Santa Teresinha no Carmelo de São José, em Várzea Grande. Serão celebradas missas, realizadas conferências sobre a santa além de momentos de oração.

Além disso, na segunda-feira (12/02), a urna com as relíquias estará presente no Vinde e Vede, um dos maiores eventos católicos do Centro-Oeste, realizado neste ano na Arena Pantanal, em Cuiabá.

“É uma grande chuva de graça para todos nós: pela primeira vez, graças à presença das Irmãs Carmelitas Descalças do Carmelo de São José de Cuiabá e dos grupos da Ordem Secular, o nosso evento foi contemplado e será abençoado com a presença das relíquias de Santa Teresinha”, comemorou o padre Reginaldo Oliveira.

O que se destaca na espiritualidade de Santa Teresinha é a sua grande universalidade. Mundialmente conhecida graças ao seu exemplo de vida e aos seus escritos, suas memórias, publicadas sob o título “Histoire d’une âme” — na tradução para língua portuguesa como “História de uma alma” —, logo após sua morte, imediatamente tiveram um impacto mundial. O livro já vendeu mais de 500 milhões de cópias, o que a coloca como uma das mulheres mais publicadas do mundo.

“Como já disse São Pio X, santa Teresa ‘é a maior santa de todos os tempos’. Portanto, receber as relíquias para veneração tem um valor imensurável para a nossa Igreja e a fé do nosso povo. Serão, sem dúvida, momentos e oportunidades para estarmos mais próximos de Deus, dos sacramentos e duma vida de oração mais profunda”, destacou o arcebispo de Cuiabá, Dom Mário Antonio.

Santa Teresinha do Menino Jesus é uma das quatro mulheres doutoras da Igreja Católica e teve este título proclamado pelo Papa São João Paulo II. Já os pais de da santa, Luís e Zélia Martin, foram canonizados pelo Papa Francisco em 2015, sendo o primeiro casal a ser elevado às honras dos altares numa mesma cerimônia na história da Igreja.

Peregrinação

A peregrinação das relíquias foi iniciada em 1997, ano do centenário da morte da santa, e já percorreu cerca de 100 países. No Brasil, esta será a quarta visita das relíquias. Neste ano, a peregrinação ocorre entre fevereiro e outubro em diversos estados.
A urna com as relíquias estará em Cuiabá e Várzea Grande entre os dias 10 e 13/02; em seguida, na cidade de Cáceres nos dias 13 e 14/02 e em Sinop nos dias 15 e 16/02. Na manhã do dia 17 a urna será levada para a região Sul do país.

 
 
Cuiabá MT, 18 de Maio de 2024