Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Terça-feira, 15 de Novembro de 2022, 11:18 - A | A

Terça-feira, 15 de Novembro de 2022, 11h:18 - A | A

VALORIZAÇÃO DA ARTE

Diferentes segmentos discutem Plano Municipal de Cultura

Fernanda Leite | Prefeitura de Cuiabá

Membros do Conselheiro Municipal de Cultura, convidados técnicos de diversos segmentos artísticos e culturais participaram neste sábado (12) do 2º Fórum Temático, que integra o processo de construção do Plano Municipal de Cultura de Cuiabá. O encontro ocorreu no Anfiteatro da Escola Estadual Liceu Cuiabano.

O Plano de Cultura configura o principal instrumento de planejamento de gestão do setor público cultural, contendo metas e ações específicas para cada segmento cultural, a serem executadas em curto, médio e longo prazo. O tempo de vigência total será de dez anos. Os segmentos tratados foram: Artes Cênicas (Teatro, Dança e Circo); Artes Visuais e Artesanatos; Audiovisual; Música; Eventos e Produção Cultural; Economia Criativa.

 

"Hoje temos vários seguimentos aqui para termos discussões e concomitantemente estamos abrindo oportunidade para aqueles que ainda não deram sua contribuição que possam dar as suas ideias nos diversos segmentos. Queremos um Plano de Cultura amplo, participativo e eu falo sempre que, o que fica gravado não é aquilo que você escreve nos livros. Tomás de Aquino dizia que o que fica gravado é aquilo que você escreve na alma das pessoas. A gestão Emanuel Pinheiro quer escrever na alma de todos os cuiabanos o compromisso de fazer um Plano de Cultura capaz de representar as vontades e aquilo que o cuiabano sonha para a nossa cultura, da nossa cidade", explicou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Aluízio Leite.

Uma das propostas apresentadas pela Secretaria de Cultura foi a tão sonhada criação do Teatro Municipal. "As propostas são para todos os segmentos, e na artes cênicas, por exemplo, tem uma proposta da Secretaria, mas é em comum acordo com a classe cultural. Tem uma outra proposta de adotar outro programa de teatro, dança e circo de circulação para as comunidades mais carentes possam acessar os projetos. Na arte visual é reformar e ampliar e reformar a galeria municipal e na música retomar o festival de rasqueado e lambadão, onde podemos trazer novos intérpretes para o setor da música. São várias propostas de programas que já realizamos, alguns que iremos retomar e também que iremos fazer. O fórum vai colher as propostas para podermos ter metas para desenvolvermos e concluirmos objetivos", comentou o adjunto de Cultura da Capital, Justino Astrevo.

PORTAL 

Além dos fóruns temáticos, para estimular a participação popular na construção do Plano Municipal Cultura, foi colocado em funcionamento um portal que pode ser acessado por todo cidadão que deseja contribuir com a construção do Plano. Com a disponibilização do site (cultura.cuiaba.mt.gov.br), a Secretaria torna esse processo mais moderno e inclusivo, assegurando a premissa da participação popular, como preconiza a gestão Emanuel Pinheiro.

A plataforma foi desenvolvida pela própria Prefeitura de Cuiabá e possui um modelo de navegação completamente intuitivo. Nela, o cidadão pode acessar informações como agenda de debates, notícias, contatos, e ainda enviar suas propostas de acordo com cada segmento cultural. A previsão é de que o Plano esteja pronto para apreciação da Câmara Municipal de Cuiabá até fevereiro de 2023.

"Esse Plano vai para a apreciação dos vereadores através de uma mensagem do prefeito, depois de diversas fases. Temos um cronograma a ser cumprido para chegar a sua finalização, que é ouvir, pegar contribuições da classe artística e da população em geral. Teremos os processos de consultas pela internet, e após a discussão faremos outro fórum para discutir o Plano depois de pronto. Até o aniversário de Cuiabá iremos fazer uma grande festa para consolidar esse Plano da Cultura da nossa cidade", concluiu Aluízio Leite.

 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024