Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Domingo, 07 de Janeiro de 2024, 13:51 - A | A

Domingo, 07 de Janeiro de 2024, 13h:51 - A | A

SAÚDE DE CUIABÁ

Emanuel determina levantamento e alinha ações com gestores da Saúde

Patrícia Neves e Lázaro Thor | Pref. de Cuiabá

Um amplo e minucioso levantamento do cenário em que foi deixada a saúde municipal. Essa é a primeira determinação do prefeito Emanuel Pinheiro aos novos gestores da saúde de Cuiabá, na manhã desse domingo (7). A gestão da saúde municipal foi retomada no dia 1 de janeiro de 2024, após nove meses de período interventivo do Estado.

Durante a reunião, o prefeito recebeu o relatório sobre a atenção primária e afirmou aos presentes que o documento evoca grande preocupação por conta do cenário caótico deixado pelo Gabinete de Intervenção.

Participaram da reunião o novo gestor da Secretaria Municipal de Saúde, Deiver Teixeira e os secretários adjuntos, Marcus Fabrício Nunes dos Santos, secretário-adjunto de Gestão; José Ricardo de Amorim Santana, secretário-adjunto de Atenção Primária; Oscarlino Alves de Arruda Junior, secretário-Adjunto de Atenção Especializada e Vigilância em Saúde e Paulo Sérgio Barbosa Rós, secretário-Adjunto de Atenção Hospitalar e Complexo Regulador.

Da Empresa Cuiabana de Saúde Publica, o diretor administrativo e financeiro, Giovane Koch, o diretor técnico, Anderson Torres e os secretários de Fazenda, Antônio Roberto Possas de Carvalho, o secretário de Planejamento, Éder Galiciane. Da Procuradoria Geral do Município, o procurador geral, Benedicto Calix Filho.

“Nos temos ciência de que não será possível em tempo tão exíguo desatar todos os nós que nós foram deixados, mas podemos e temos como avançar e melhorar a saúde em Cuiabá. Um dos grandes prejuízos que estamos em tratativas para resolver e quanto a reativar o sistema integrado de comando hospitalar e controle de dispensação de medicamentos o que, indiscutivelmente, causa prejuízos ao usuário do sistema único de saúde. Determinei ainda que sejam apuradas as situações de não habilitação de serviços e a apuração de todas as despesas sem registro contábil de empenho da intervenção”, explicou o prefeito.

O chefe do Executivo lembrou ainda que já editou decreto determinando que todos os credores da SMS e ECSP apresentem os saldos que possuem até o dia 12 de janeiro.

Durante o diálogo, a orientação do prefeito, quanto à reestruturação das equipes, é quanto a prioridade na seleção considerando critérios técnicos o que irá refletir positivamente no atendimento da Saúde.

“Vamos trabalhar alinhados, amparados na premissa da gestão, que é o cuidado com as pessoas, e a nossa orientação é para que todos os adjuntos fiscalizem que acompanhem in loco como estão os atendimentos, pelo menos duas vezes na semana, o serviço à população”, reforçou o secretário de saúde, Deiver.

 

 
Cuiabá MT, 18 de Maio de 2024