Cuiabá, 21 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Judiciário Terça-feira, 27 de Dezembro de 2022, 17:36 - A | A

Terça-feira, 27 de Dezembro de 2022, 17h:36 - A | A

HC NEGADO

Justiça nega pedido de liberdade a apresentador preso por agressão à mulher

O pedido de Habeas Corpus feito pela defesa do apresentador Lucas Ferraz à Justiça foi negado pelo desembargador Paulo da Cunha, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). O apresentador alegou ilegalidades na prisão. Ao negar o pedido, o desembargador alegou que Lucas é reincidente no crime de ameaça e apresentava indícios de estar coagindo a sua esposa e vítima, Katriny Gomes. A decisão é desta segunda-feira, 26 de dezembro.

A defesa alegou que Lucas foi preso sem prestar depoimento e ressaltou que a investigação se baseia em uma acusação que nem a vítima decidiu representar. A tese da defesa também sustenta que Lucas possui bons antecedentes, mesmo já tendo ameaçado a sua ex-esposa enquanto estava grávida, e por isso, medidas menos “onerosas” deveriam ser aplicadas a ele.

 

Paulo da Cunha, ao negar o pedido da defesa, justificou que não houve nada de ilegal no ato e, que até a data da prisão, não foram apresentadas provas que diziam ao contrário.

“Nesse contexto, notadamente diante da possível coação da vítima, somada à existência de outra ação penal por fato análogo, os argumentos que ensejaram a decretação da prisão preventiva na origem não se revelam manifestamente teratológicos, de modo que o exame aprofundado da questão jurídica deverá ser reservado ao exame de mérito, após a manifestação da PGJ", diz trecho da decisão.

Relembre o caso:

Lucas Ferraz é transferido para cadeia pública de Tangará da Serra

 
Cuiabá MT, 21 de Junho de 2024