Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Opinião Quinta-feira, 11 de Março de 2021, 18:48 - A | A

Quinta-feira, 11 de Março de 2021, 18h:48 - A | A

JANIELLY CASSIA BARBOSA

Leitura em tempo de isolamento

Janielly Cassia Barbosa*

Nesse período, é fundamental ficar em casa para conter o avanço da doença, assim como enfrentar os riscos para quem trabalha em serviços essenciais, o que tem gerado impactos na vida das pessoas. A mudança da rotina de casa, dos filhos, da escola e do trabalho, as incertezas sobre o presente e o futuro, e a quantidade de informações, o medo, enfim, são apenas alguns assuntos enfrentados pela maioria da população neste período de crise sanitária e isolamento social.

Embora os cuidados essenciais com higienização e alimentação, no momento exige uma olhar especial para todos, uma vez que a ausência de uma solução imediata gera um aumento de ansiedade, insegurança, estresse, tristeza e outros sentimentos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou ações com o objetivo de amenizar os impactos negativos da pandemia, como escrever e ler. Sendo assim os livros têm sido peça fundamental para muitos nesta quarentena.

A leitura neste momento, mais do que nunca, intensifica o seu poder e valor que o livro tem, pois abre portas sendo um suporte de autoconhecimento. Ler, neste momento contribui para a formação de pessoas críticas e participativas, capazes de interagirem em sua realidade na condição de cidadãos conscientes diante do isolamento e qualquer outro tipo contexto que possa surgir.

Ela busca desenvolver a subjetividade – perspectiva essa de pensar e agir – sob o comando de que a obra da verdadeira leitura é preparar serem humanos para que sejam pensantes e não meros transmissores de ideias de outras pessoas. Assim diz Freire.

A LEITURA FAZ BEM

O ato de ler favorece significativamente vários processos na vida do indivíduo como ensino-aprendizagem, fomenta estímulo de olhar pra si e o olhar para o outro de forma mais proximal em tempos em que um precisa do outro. E, consequentemente, melhorar o desempenho no dia-a-dia de forma multiplural, em todo âmbito familiar, social e cognitivo das pessoas que passam por confusões de sentimentos e as emoções estão afloradas neste período.

Quanto mais o universo da leitura estiver presente na vida do indivíduo mais o mundo será lido, ela precisa ser prazerosa por parte daqueles que desejam construir uma sociedade mais justa e humana. Estimular alguém a ler o outro exige esforço, requer parcerias e compromisso sério por parte de todos os envolvidos no processo educacional e cultural, sendo assim este hábito faz bem para sociedade e outros elos no processo de educação do individuo. Ler, escrever, poetizar, ouvir música, dançar desenhar, pensar, enfim tudo isso ajuda a trazer tranquilidade e manter o equilibrio.

JANIELLY CASSIA BARBOSA é professora do Ensino Fundamental em Cuiabá

Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024