Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quinta-feira, 17 de Novembro de 2022, 08:30 - A | A

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2022, 08h:30 - A | A

DIREITO DOS APOSENTADOS

Botelho dá ultimato para Governo apresentar alternativa à PEC da Previdência

Da Redação

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União Brasil), disse esperar um acordo com o governo sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência até na próxima semana. Caso não haja negociação, Botelho pretende colocar a atual proposta, que não tem a simpatia do Executivo, em votação.

A proposta atual é isentar os aposentados que ganham até 5 salários mínimos de contribuir com a previdência. “Nós temos que fechar uma proposta até semana que vem, sob pena de nós colocarmos para votar a PEC que está aí, independente do resultado”, disse Botelho, em entrevista na manhã desta quarta-feira (16).

 

Nesta quarta, deveria ocorrer uma reunião dos deputados com o presidente da MT Prev, Elliton Oliveira de Souza, mas ela foi transferida para esta quinta-feira (17). No encontro, o presidente do Parlamento estadual espera chegar a um consenso sobre o limite que a PEC pode avançar, sem destruir tudo que foi feito na última reforma.

O secretário-chefe da Casa Civil, Rogério Gallo, já afirmou ao presidente da ALMT que a atual proposta ‘desfigura’ tudo que já foi feito. “Precisamos saber quanto que é para nós chegarmos a um número, não queremos destruir tudo que foi feito, mas alguma coisa nós temos que apresentar para os aposentados”, afirma Botelho.

Ainda de acordo com Botelho, a alteração nas regras da Previdência é um compromisso feito pelos deputados com os aposentados e que os parlamentares precisam honrar esse acordo. A ideia é elaborar uma proposta para entregar ao governador Mauro Mendes (União Brasil), que está na COP-27, no Egito.

“Dentro desses números, de nós construirmos aqui, possivelmente amanhã, uma proposta para ser levada para o governador assim que ele chegar e para o Conselho da Previdência. Então, essa é a nossa esperança, de até semana que vem estarmos com os números fechados para fazermos algumas dessas entregas para os aposentados, alguma coisa temos que fazer”, conclui.

 
 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024