Cuiabá, 19 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2022, 10:46 - A | A

Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2022, 10h:46 - A | A

TERCEIRO TURNO

Juca diz não temer ação no TSE e acredita que ficará 4 anos como deputado

Da Redação

O presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná Filho (MDB), diz estar tranquilo em relação ao recurso que tramita no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que pode tirar sua futura cadeira na Assembleia Legislativa. O processo no TSE pede o descongelamento dos votos recebidos pelo ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto Mello (PL), que concorreu a deputado estadual na eleição deste ano.

Caso ocorra o descongelamento dos votos, Juca pode perder sua vaga para o deputado Delegado Claudinei (PL), que não conseguiu se reeleger por uma pequena diferença no quociente eleitoral.

 

Na última semana, Juca recebeu o diploma de deputado estadual da Justiça Eleitoral.

“Estamos bem confiantes, primeiro em Deus e depois na Justiça. Temos a certeza que a Justiça será feita. O Gilberto, a situação dele é de inelegibilidade nas instâncias em Mato Grosso e tenho certeza que vai continuar inelegível [na instância superior] e vamos continuar como deputado estadual nos próximos quatro anos”, disse Juca, em entrevista à imprensa.

Gilberto Melo teve seus votos congelados porque foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por improbidade administrativa, devido à ausência de prestação de contas sobre o uso de recursos federais repassados ao município de Chapada dos Guimarães quando era prefeito.

O relator do processo no TSE, ministro Ricardo Lewandowski, já manifestou voto favorável ao recurso. No entanto, o julgamento foi transferido da modalidade virtual para o físico, o que deve levar à sua conclusão somente em 2023.

A prorrogação não intimida Juca, que acredita que vai conseguir um resultado positivo. Ele destacou que vai renunciar ao seu mandato de vereador ainda este ano para que possa tomar posse como deputado estadual no dia 1° de fevereiro do ano que vem.

“Com certeza absoluta [renunciar ao mandato de vereador]. Estou muito tranquilo, como sempre estive”, ressaltou.

 
 
Cuiabá MT, 19 de Junho de 2024