Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Terça-feira, 18 de Junho de 2024, 15:25 - A | A

Terça-feira, 18 de Junho de 2024, 15h:25 - A | A

DEU NO UOL

Neri Geller emplacou a esposa e ex-assessor parlamentar na Conab

Da Redação

Juliana Vieira Geller, esposa do ex-secretário de Política Agrícola e ex-deputado Neri Geller (PP), está nomeada como assessora da presidência da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em regime de contrato especial. A revelação foi feita pelo site UOL, nesta terça-feira,18 de junho. 

Juliana é advogada tem salário de R$ 15.220,38 (valor bruto). Ela foi nomeada quatro meses antes de o marido assumir a secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura. Conforme o UOL, na época, Geller já atuava informalmente como secretário da pasta, mas aguardava uma decisão da Justiça para a contratação ser publicada, porque naquela época, ele ainda verificava se era "ficha suja". 

Neri também conseguiu emplacar seu ex-secretário parlamentar Thiago José dos Santos como diretor de Operações e Abastecimento da Conab.

Geller foi demitido do Ministério da Agricultura por causa do escândalo do leilão do arroz realizado pela Conab por determinação do governo federal. O certame foi anulado por indícios de fraude. O governo quer comprar arroz para conter aumento de preços devido à tragédia das chuvas no Rio Grande do Sul. 

Conforme o UOL, Thiago José dos Santos saiu de licença remunerada autorizada pelo presidente da Conab, o petista José Edegar Pretto. Devido ao recesso, Santos não participou hoje de audiência sobre o tema na Comissão de Agricultura. A diretoria dele foi a responsável por realizar o leilão, que teve a participação de um amigo pessoal. 

A Conab disse que Juliana foi contratada mediante análise de currículo. "A Conab recebeu vários currículos, incluindo o da assessora. Foi escolhida a partir do perfil para a função que executa na assessoria da presidência", informou. A coluna solicitou o anúncio da vaga de emprego, mas não recebeu resposta. O Ministério não respondeu ao UOL.

Conforme o UOL, na Conab, o nome de Juliana Geller aparece em atas de reuniões da diretoria-executiva onde são discutidos temas como leilões e, frequentemente, em reuniões da presidência, inclusive nos dias em que a empresa estava discutindo o leilão do arroz.

A Conab nega que Juliana tenha participado de alguma reunião que tratou do leilão do arroz e diz que a função da advogada como assessora da presidência é "redigir atas". 

Informações UOL

 
Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024