Cuiabá, 24 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Sexta-feira, 04 de Novembro de 2022, 10:52 - A | A

Sexta-feira, 04 de Novembro de 2022, 10h:52 - A | A

CORRUPÇÃO ELEITORAL

Primeira-dama de Rondonópolis é alvo de operação da PF

Da Redação

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta sexta-feira, 04 de novembro, em Cuiabá e Rondonópolis, seis mandados de busca e apreensão na casa de seis investigados pela prática de crime eleitoral, previsto art. 299, do Código Eleitoral – Corrupção Eleitoral. Um dos mandados foi cumprido na residência do prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (PSB).

As investigações tiveram início após a prisão em flagrante de um dos investigados, o qual se dizia assessor e intermediário político de dois candidatos, sendo uma candidata a deputada federal e o outro candidato a deputado estadual.

 

Na ocasião da prisão em flagrante, foram apreendidos R$11,3 mil, material de campanha dos dois candidatos, lista de eleitores supostamente cooptados, dentre outros elementos probatórios.

No decorrer das investigações, a Polícia Federal constatou que o preso era intermediário dos candidatos e oferecia dinheiro pelo apoio político às lideranças partidárias nos bairros. Ainda apurou que era responsável por pagar pelo voto dos eleitores que eram cooptados.

Outro lado

A assessoria da primeira-dama e ex-candidata a deputada federal, Neuma de Moraes (PSB), explicou, em nota, que a investigação se trata sobre um processo relacionado a apreensão de material da então candidata no primeiro turno da eleição. Ela ainda estranhou não ter sido convocada antes da operação pela Justiça para esclarecer os fatos.

Veja a nota na íntegra:

Diante da operação da Justiça Eleitoral em sua casa na manhã desta sexta-feira (04) a assessoria da então candidata Neuma de Moraes, esclarece:

Trata-se de uma investigação sobre o processo eleitoral, do primeiro turno das eleições proporcionais de 2022, relacionada a apreensão de material de campanha da então candidata.

Esclarecida a situação, Neuma apenas estranha não ter sido convocada a prestar esclarecimentos a justiça antes, e se mostrou surpresa com o fato. A então candidata se mantêm serena e no aguardo, se for o caso, de responder aos questionamentos da Justiça Eleitoral.

 

 
Cuiabá MT, 24 de Junho de 2024