Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Segunda-feira, 14 de Junho de 2021, 15:53 - A | A

Segunda-feira, 14 de Junho de 2021, 15h:53 - A | A

CAUSA ANIMAL

Ulysses Moraes está percorrendo ONGs animais para apresentar o projeto disque-denúncia animal

Assembleia Legislativa de Mato Grosso
Assessoria de Imprensa

O deputado Ulysses Moraes está visitando Organizações Não Governamentais (ONGs) animais em todo estado de Mato Grosso apresentando o projeto disque-denúncia animal. O parlamentar começou visitando a ONG Abana, em Tangará da Serra, se colocando à disposição para ajudar no combate aos maus-tratos animais na cidade.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias em tempo real (clique aqui).

“Conversamos com a Kelly Becker que é a representante dessa Ong em Tangará da Serra para entender também quais são os principais casos de maus tratos na cidade e apresentando o projeto do disque-denúncia para ela. Conhecemos toda a sua estrutura de onde ela abriga os cães e gatos resgatados e nos colocamos à disposição para ajudar na adoção desses bichinhos também”, disse Moraes.

O objetivo do disque-denúncia é apurar crimes de maus-tratos a animais em Mato Grosso. A criação desse canal de denúncia pelo parlamentar se deu através de documento expedido pela própria Comissão de Segurança Pública que ainda dá aos parlamentares a autorização de fiscalização, não só de denúncias, mas também de fiscalizar e acompanhar os programas, projetos e ações governamentais e não governamentais do estado.

“Infelizmente, nos deparamos com muitos bichinhos por aí sofrendo e precisando de ajuda. Por isso, esse disque-denúncia pode ser de grande valia para Mato Grosso. Maltratar animais é crime, então denuncie. E estamos ainda conversando com as Ongs animais e nos disponibilizamos a aproveitar as nossas redes sociais e incentivar campanhas de adoção. Ao adotar, você ajuda a reduzir o número de cães e gatos abandonados”, acrescentou o deputado.

Dessa forma, o canal de atendimento para denúncias é através do telefone (65) 99967-8310. E apesar da existência do número disponibilizado, o parlamentar destaca que casos urgentes devem ser comunicados também à Polícia Militar pelo 190.

Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024