Cuiabá, 22 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Sexta-feira, 23 de Setembro de 2022, 10:14 - A | A

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2022, 10h:14 - A | A

ALERTA VERMELHO

Menos de 50% das crianças estão vacinadas contra a pólio em MT

Da Redação

Iniciada em 17 de agosto, a campanha contra a poliomielite em Mato Grosso não alcançou metade do público alvo em todas as idades. De acordo com os dados da plataforma LocalizaSus, do Ministério da Saúde, a cobertura vacinal do estado é de 46,77% até esta quinta-feira, 22 de setembro.

A situação não é exclusiva de Mato Grosso, se repetindo em todo território nacional. Com índices tão baixos sendo registrados em todo o país, o Ministério da Saúde prorrogou a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação de 2022 até o dia 30 de setembro.

 

Só que nem assim as crianças estão recebendo a proteção contra a doença. Mato Grosso aplicou apenas 106.433 doses, cobrindo menos de metade do público-alvo, de 227.559 de crianças menores de cinco anos.

A capital Cuiabá não atingiu nem 25% do público alvo. Mesmo realizando dois dias “D” voltados especificamente para a imunização contra a pólio, a meta de 95% está longe de ser batida.

"Ou seja, das 35.892 crianças, 7.936 compareceram para receber a dose até o momento, o que representa 22,11%”, revelou Wellington Assunção Ferreira, Coordenador de Programas Estratégicos da Secretaria Municipal de Saúde.

No dia 24 deste mês a SMS realizará mais uma ação nas unidades de saúde da zona rural, como tentativa de melhorar os índices de cobertura vacinal. O atendimento será das 8h às 16h, nos seguintes locais: UBS Guia, UBS Aguaçu, Rio dos Peixes e suas extensões, Coxipó do Ouro, Barreiro Branco e Coivaras.

ALERTA VERMELHO - A poliomielite, também chamada de paralisia infantil, tem certificado de erradicação no país desde 1994, mas a baixa cobertura vacinal nos últimos anos preocupa especialistas. Na última quarta-feira, 21, a Organização Pan-Americana (Opas) informou que o Brasil corre o risco muito alto de reintrodução da doença que aterrorizou todo o mundo há poucas décadas.

Além do Brasil, a República Dominicana, Haiti e Peru correm risco de reintrodução da poliomielite. Em agosto, o vírus foi detectado em Nova York, uma campanha de emergência foi montada para acelerar a vacinação de moradores. Casos também foram detectados em Londres e Jerusalém.

 
Cuiabá MT, 22 de Junho de 2024