Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Polícia Segunda-feira, 17 de Maio de 2021, 15:26 - A | A

Segunda-feira, 17 de Maio de 2021, 15h:26 - A | A

VIOLÊNCIA NAS ESTRADAS

Motorista é abandonado por criminosos após 19 horas de sequestro e espancamento

Assessoria | Polícia Rodoviária Federal

No dia 16 de maio, por volta das 08:00 horas da manhã, as equipes do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) e Grupo de Operação com Cães (GOC) da PRF, localizada em Rondonópolis/MT, realizava policiamento próximo à divisa do estado de Mato Grosso com estado de Goiás, na cidade de Alto Garças/MT, quando recebeu o chamado de outra equipe da PRF que havia resgatado um motorista de caminhão que vinha do estado de São Paulo e foi mantido em cárcere privado por ter sido vítima de um roubo na cidade de Jataí.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias em tempo real (clique aqui).

Os integrantes do grupo criminoso tomaram o caminhão, utilizando arma de fogo, quando a vítima parou em um posto para almoçar. Após dominá-lo, ele foi amarrado e agredido por várias horas, enquanto os infratores realizavam o transbordo da carga (agrotóxico avaliado em aproximadamente 1 milhão de reais) para outro caminhão utilizado pelo mesmo bando e só liberando o motorista após 19 horas de cárcere, com diversas escoriações e em estado de choque.

Os policiais da PRF iniciaram diligências em toda região sul do estado do MT para localizar todos os criminosos envolvidos na ação. Menos de 8 horas após tomar ciência do ocorrido, por volta das 15:30 horas, a equipe conseguiu localizar parte dos integrantes do bando na cidade de Rondonópolis/MT, os quais estavam em 2 caminhões: um deles em um posto de combustível na BR 364 e o outro em um posto de combustível na BR 163.

Foi realizada a abordagem simultânea nos dois veículos, ocorrendo a prisão de 2 envolvidos.

No interior dos caminhões estavam 3 aparelhos bloqueadores de sinal de rastreador veicular, conhecido vulgarmente como "jammer".

Toda a carga roubada foi recuperada.

Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024